foto de Joana providência

JOANA
PROVIDÊNCIA

TERRA QUENTE TERRA FRIA

2011

Imagem 01 do espectáculo Terra Quente Terra Fria

Terra Quente, Terra Fria é uma viagem a Trás-os – Montes através da obra de Graça Morais. Um percurso que vive do seu olhar, das suas memórias, da forma como tacteia as pessoas, paisagens, sensações e lhes dá corpo através do seu traço e da sua pintura.

Trabalho coreográfico, dirigido por Joana Providência, que conjuga actores e bailarinhos num mergulho ao interior do universo da pintora e que transporta o público para o pulsar da vida, para os rituais e para as paisagens que habitam a sua obra ou, como no Reino Maravilhoso de Torga, para “… um mar de pedras de tudo parado e mudo, um mundo! Um nunca acabar de terra grossa, fragosa, bravia que tanto se levanta a pino num ímpeto de subir ao céu, como se afunda nuns abismos de angústia, não se sabe por que telúrica contracção…”

Perspectivando a construção de um trabalho não anódino o projecto será criado de raiz no âmbito de residência artística da companhia em Bragança e será, ainda, enquadrado pela dinamização de várias oficinas de formação das áreas movimento e de improvisação que visam uma aproximação real e recíproca entre a equipa criativa e a comunidade.

Imagem 02 do espectáculo Terra Quente Terra Fria
Imagem 03 do espectáculo Terra Quente Terra Fria
Imagem 04 do espectáculo Terra Quente Terra Fria
Imagem 05 do espectáculo Terra Quente Terra Fria
Imagem 06 do espectáculo Terra Quente Terra Fria
Imagem 07 do espectáculo Terra Quente Terra Fria
Imagem 08 do espectáculo Terra Quente Terra Fria
Imagem 09 do espectáculo Terra Quente Terra Fria

Direcção → Joana Providência

Figurinos → Lola Sousa

Desenho de Luz → José Nuno Lima

Sonoplastia → Luis Aly

Intérpretes e co-criadores → Anabela Sousa, António Júlio, Joana Castro, Paulo Mota e Vera Santos

Co-produção → ACE/Teatro do Bolhão | Teatro Municipal de Bragança

Apoio → Centro de Arte Contemporânea Graça Morais

Webdesign: Francisca Maia